fbpx

Spirulina e Saúde da Mulher: 11 Benefícios

por tema Dica da Nutricionista 02/04/2020

1. Spirulina e Candidíase

A Candida é um fungo que está naturalmente presente na flora vaginal e intestinal. Quando o equilíbrio da flora microbiana local é alterado, existe a criação de um ambiente adequado para ela se proliferar.

A Spirulina, fortalece o sistema imune, e estimula o crescimento de bactérias benéficas, o que ajudam a conter o desenvolvimento da população de microorganismos patógenos, e também a proliferação desordenada da Candida na região íntima.

2. Spirulina, Anemia e fluxo menstrual

A anemia é um problema muito comum nas mulheres devido à perda de sangue durante a menstruação. Mas como a doença se desenvolve muito lentamente, é muito comum ser ignorada.

Com a menstruação, as reservas de ferro do organismo diminuem a cada mês, e não havendo uma dieta equilibrada para a devida reposição do mineral perdido, sintomas como cansaço, fraqueza, apatia, falta de concentração, vão surgindo.

A spirulina é fonte natural de ferro, a mais rica entre todos os vegetais, com alto nível de biodisponibilidade, e também contém vitamina C que potencializa a sua absorção pelo organismo.

3. Redução da capacidade antioxidante na fase lútea

Durante a fase lútea do ciclo menstrual, ocorre redução da glutationa, o antioxidante mais poderoso produzido pelo organismo, diminuindo a capacidade antioxidante e destoxificante natural do corpo. Além de combater os radicais livres, a glutationa atua em diversos processos, como na eliminação de toxinas, no transporte de aminoácidos, na síntese de proteínas, na proteção do organismo contra radiações solares, na proteção das células contra substâncias cancerígenas, e no combate aos sinais de envelhecimento.

Por isso, principalmente nesse período, deve-se aumentar o consumo de alimentos antioxidantes.

A spirulina, além de ser rica em nutrientes antioxidantes, tem a capacidade de ativar enzimas antioxidantes celulares que estão naturalmente presentes no organismo.

A proteína do soro do leite também é uma boa estratégia nutricional, pois contém, em sua composição, precursores de glutationa. Experimente Spi Whey e Spi Protein.

4. Spirulina e TPM

A Tensão pré menstrual (TPM) é representada por um conjunto de sintomas físicos, emocionais e comportamentais, que apresentam caráter cíclico e recorrente, iniciando- se na semana anterior à menstruação e que aliviam com o início do fluxo menstrual. Os sintomas mais comuns são irritabilidade, ansiedade, depressão, dores, edemas, dificuldade de concentração, menor disposição, aumento do apetite e da ingestão calórica.

A spirulina é rica em aminoácidos importantes para a formação de neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem estar e prazer, tem efeitos positivos no controle do apetite e aumento da saciedade, melhora a memória e o humor, tem ação anti-inflamatória, promove melhora da retenção hídrica, e aumenta a disposição física e mental.

5. Spirulina e Menopausa

A spirulina é rica em nutrientes que irão amenizar vários sintomas da menopausa, como compostos fenólicos, vitaminas C e E, cálcio, magnésio e podem ajudar a diminuir os sintomas como ondas de calor, secura vaginal e o acumulo de gordura na barriga.

  • Vitamina C e flavonoides – ajudam a diminuir as fortes hemorragias menstruais que ocorrem geralmente quando se aproxima a menopausa. Os flavonoides podem também amenizar as ondas de calor e as mudanças de humor.
  • Vitamina E – alivia as ondas de calor, secura vaginal e sensibilidade dos seios. Contribui também para a saúde da pele e das unhas.
  • Cálcio – ajuda a reduzir o risco de osteoporose.
  • Magnésio – melhora a absorção do cálcio.

6. Spirulina e Emagrecimento

A spirulina é uma excelente estratégia para o processo de perda de peso, uma vez que é rica em nutrientes mas possui baixa caloria.

A spirulina contém em sua composição o aminoácido fenilalanina, que só pode ser obtido através dos alimentos, e é muito importante para a formação de neurotransmissores. Este aminoácido tem efeitos positivos no controle do apetite, e aumento da saciedade, além de proporcionar disposição mental e física, fornecendo energia para a realização de exercícios físicos.

O consumo da spirulina também aumenta a atividade da principal enzima que atua na quebra das partículas de gordura presentes no sangue, e também atua na modulação das reservas de gordura.

7. Spirulina e Desintoxicação

A spirulina tem a capacidade de ajudar o organismo a se livrar de substâncias potencialmente tóxicas. Ela apresenta uma combinação única de fitonutrientes, como a clorofila, ficocianina, e os carotenoides, que auxilia o fígado a metabolizar e eliminar essas substâncias indesejáveis.

Sua ação depurativa e diurética ainda atua acelerando o metabolismo, reduzindo o inchaço e combatendo a retenção de líquidos.

8. Spirulina e Celulite

A celulite caracteriza-se pelo excesso de gordura subcutânea que se estende pela derme, sangue e distúrbios linfáticos e altera a matriz extracelular dérmica, ocasionando o aspecto “casca de laranja”. A adoção de dietas com alimentos anti-inflamatórios e desintoxicantes levam a uma melhora do quadro, assim, e por também auxiliar na oxidação lipídica, a spirulina é uma excelente estratégia nutricional.

9. Vitaminas e minerais para a Saúde da Mulher

Até 90% das mulheres experimentam alguma forma de tensão pré menstrual (TPM) ao longo dos seus anos reprodutivos. Essa etiologia não é clara ainda, mas um dos fatores que pode estar relacionado é a baixa concentração de vitamina B, vitamina D, cálcio e magnésio, uma vez que são nutrientes essenciais para a síntese de neurotransmissores e para garantir um equilíbrio hormonal.

Magnésio: essencial para a síntese dopaminérgica do cérebro.

Vitamina B: está envolvida em várias etapas do metabolismo da serotonina.

Cálcio e vitamina D: Uma pesquisa mostrou que mulheres que tinham um alto consumo de Vitamina D e cálcio tinham menor risco de desenvolver a TPM.

A incidência de TPM é baixa entre mulheres que se alimentam com dietas ricas em vitaminas e minerais. Longevitta, além de conter spirulina, que é rica nestes nutrientes, possui 13 vitaminas e 10 minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo.

10. Estratégia nutricional proteica

No período pré menstrual ocorre aumento do desejo por alimentos com mistura de gordura e açúcar. Uma estratégia nutricional utilizada é a de sempre ofertar proteínas nas refeições, desde o café da manhã, que irá trazer mais saciedade ao organismo.

Spi Whey e Spi Protein Vegan são sugestões práticas e gostosas. Prepare receitas nutritivas para o café da manhã ou consuma-os nos lanches intermediários.

Smoothie de Spi Whey chocolate

Ingredientes:

  • 200 ml de bebida vegetal de arroz
  • 1 banana prata congelada
  • 1 porção de Spi Whey chocolate
  • 1 colher de sobremesa de semente de linhaça

Modo de Preparo: Bater todos os ingredientes listados no liquidificador até formar uma mistura homogênea. Leve
para gelar e sirva.

11. Estratégia Nutricional anti-inflamatória

Durante a fase lútea do ciclo menstrual, ocorre o aumento de marcadores inflamatórios, exacerbando os sintomas relacionados da tensão pré menstrual.

Uma estratégia nutricional para ser utilizada principalmente nesse período é a adoção de uma alimentação antioxidante e anti-inflamatória, rica em polifenóis. Adicione à sua dieta, frutas, verduras, chás variados, temperos antioxidantes, oleaginosas, e spirulina.

Smoothie de Spi Novie Matchá

Ingredientes:

  • 1 porção de Spi Novie Matchá (já preparado)
  • ½ xícara de Iogurte Grego Zero
  • 1 xícara de Manga em cubos
  • 1 punhado de hortelã
  • 4 cubos de gelo

Modo de Preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba imediatamente.

postar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Cart